Festa no Praia Clube e as meninas falaram da conquista

A festa no Ginásio Sabiázinho, em Uberlândia, não foi só dos 5.500 torcedores presentes na final da Superliga feminina de vôlei 2017/18. A conquista do título inédito para o Praia Clube deixou as jogadoras eufóricas – a maioria continuou em quadra após a vitória, conversando com jornalistas, família e amigos.

A levantadora Claudinha, eleita a melhor da partida em votação popular no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), emocionada, comentou a conquista histórica da equipe mineira.

“Foi uma grande temporada e, nessa final, nós fizemos mais ainda do que taticamente, nós jogamos muito com o coração. A gente sabia que tinha total condições de conquistar esse título, em cima de uma grande equipe, que está acostumada com títulos. É coroar a temporada inteira, é meu primeiro título, primeiro título da cidade, do Praia. Eu estou muito feliz mesmo”, disse a jogadora após a partida.

Já a campeã olímpica Fabiana relembrou as derrotas nas outras duas finais disputadas na temporada atual – Campeonato Mineiro e Copa Brasil. “Eu acho que foi uma temporada muito boa, que a gente tropeçou em alguns campeonatos, mas deu certo. Nesse trabalho todo que a gente vem fazendo na Superliga, nossa equipe foi dando confiança e hoje a gente foi para cima o tempo inteiro. Nada melhor do que coroar essa vitória”, considerou a central.

 



Amanda, que chocou-se com uma placa de publicidade durante a partida, relembrou a preparação do Praia Clube durante a última semana. “A gente cometeu alguns pecados reparáveis lá. Mas tivemos uma semana de muito trabalho e isso é muito importante. A gente conseguiu colocar a cabeça no lugar, focar novamente e ir para cima. Nada tinha acabado, era na nossa casa e a gente precisava fazer um bom jogo. E foi isso o que aconteceu. Ficamos realizadas, porque o que a gente fez e plantou durante a semana deu certo. Foi perfeito”, relatou.

Elenco campeão da Superliga Feminina 2017/2018.






%d blogueiros gostam disto: