As duplas brasileiras de vôlei largaram com o pé direito na etapa de 2018

As seis equipes que representam o país em Haia, na Holanda, venceram seus jogos pela fase de grupos na estreia do torneio nesta quinta-feira (04.01). Todas as partidas acontecem em quadra coberta e climatizada, dentro de um ginásio.



Ágatha/Duda (PR/SE), Bárbara Seixas/Fernanda (RJ), Elize Maia/Taiana (ES) e Maria Elisa/Carol Solberg (RJ) representam o país no naipe feminino. Entre os homens, Pedro Solberg/George (RJ/PB) e Vitor Felipe/Guto (PB/RJ) são os brasileiros em ação. Guto comentou sobre a adaptação ao vôlei de praia em ambiente fechado.

“Está sendo muito diferente para nós. O jogo muda completamente em relação ao ambiente externo. Temos que nos adaptar o mais rapido possível, diferente da maioria dos times europeus. Um atleta polonês me perguntou quantas vezes nós havíamos jogado em quadra coberta. Respondi que só tinha jogado no ano passado e ele ficou muito surpreso, espantado. Diferente deles, nosso inverno não apresenta temperaturas tão baixas ou neve, algo que realmente torna o esporte impraticável sem um local climatizado e coberto”, disse o carioca. 

Os times voltam à quadra nesta sexta-feira, quando disputam a última partida da fase de grupos, valendo a liderança de suas respectivas chaves. Quem vencer pula a repescagem e vai direto às oitavas de final da competição. É a primeira vez que uma etapa do Circuito Mundial ocorre 100% em local fechado. Na temporada passada, algumas partidas da etapa de Haia foram em um ginásio, mas as fases finais ocorrem ao ar livre.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: