Encerrado!


O Brasil estreia no vôlei sentado feminino diante do Canadá, às 6h30 (horário de Brasília), na sexta-feira (27). Depois, enfrenta o Japão e fecha a primeira fase contra a Itália. O que esperar dessa equipe? “Eu estou muito confiante, estou muito confiante, a gente esperou cinco anos pra estar aqui. Então, a gente tá aproveitando todo o momento como se fosse único e que realmente chegou a nossa hora. A gente tem que aproveitar esse momento”, conclui Edwarda Dias.

O grande evento mexe com todos os atletas e tem até profissional que receita essa alegria: “Tento puxar a equipe, porque realmente chega esses momentos de tensão, você precisa… A psicóloga brinca da gente trazer a criança de dentro, eu sou muito criança normalmente no dia a dia, então isso acaba sendo muito positivo pra equipe”, completa.O que muda em cinco anos? Edwarda Dias, do vôlei sentado feminino, garante que muita coisa. Ela esteve na campanha do Brasil no bronze na Paralimpíada de 2016. Agora, em Tóquio 2020, quer mais. Duda se define como a emoção do time, mas qualquer pessoa que assiste um treino consegue confirmar, a atleta grita alto e empolga as companheiras em todas as jogadas.


ATENÇÃO:

!AVISO LEGAL: O Site AFFTVVOLEI NÃO hospeda nenhum vídeo em nossa página.
Todos os vídeos encontrados em nosso site estão disponíveis gratuitamente na web.
Não oferecemos garantias ou promessas em nosso serviço e não assumimos qualquer responsabilidade pelas ações de nossos usuários.
Não somos afiliados nem afirmamos ser afiliados a nenhum dos proprietários de vídeos / streams reproduzidos em nosso site.
Todo o conteúdo tem direito reservado por seus respectivos donos. Para qualquer dúvida envie email para: [email protected]





Recommended Posts