De virada, Brasil vence a Polônia e está na semifinal da Liga das Nações

De virada, Brasil vence a Polônia e está na semifinal da Liga das Nações

4 de julho de 2019 Off Por AFFTVVOLEI




Nesta quinta-feira, a Seleção feminina de vôlei venceu a Polônia e se classificou para a semifinal da Liga das Nações. O jogo iniciou às 4h (de Brasília), e começou de modo irregular para as brasileiras, mas elas conseguiram virar e fechar em 3 sets a 2, com parciais de 22/25, 25/21, 22/25, 25/19 e 15/10, em Nanquim, na China.

Sem tempo para descansar, já nesta sexta-feira, as jogadoras entram em quadra novamente às 4h para enfrentar as americanas pela primeira posição do grupo B. Quem vencer disputará contra o segundo colocado do grupo A, formado por Turquia, Itália e China.

No primeiro set, as polonesas começaram bem melhor, alcançando uma vantagem de quatro pontos em 8/4, na primeira parada técnica. O Brasil, então, despertou no jogo, colocou o bloqueio para funcionar e conseguiu igualar o placar em 14/14, e virar para 18/17, mas a alegria foi por pouco tempo. A Polônia, com Malwina Smarzek, que fez oito pontos na parcial, venceu por 25/22 o primeiro set.

Na segunda parcial, ainda com uma atuação abaixo do esperado, as brasileiras conseguiram melhorar o rendimento, lideradas por Bia, e fecharam em 25/21 depois de ataque de Gabi. A força da Seleção Brasileira se estendeu para o terceiro set, quando elas fizeram quatro pontos de vantagem, mas as polonesas também não davam descanso. Apesar de boas atuações de Bia e Natalia, esta a melhor pontuadora do Brasil, as adversárias conseguiram se impor e fechar o set em 2 a 1.

O técnico, queria a virada, e para isso mexeu na equipe, com Mara e Amanda iniciando o quarto set. Mesmo sob pressão das polonesas, o Brasil abriu 6/1 e manteve o ritmo, sempre à frente do placar, para fechar a parcial em 25/19, o resultado até aquele momento forçou o tie-break.

O Brasil iniciou com grande vantagem de 5/0, mostrando-se superior no jogo. A Polônia até tentou uma reação, mas as brasileiras não as deixaram crescer e mantiveram o ritmo, fechando a partida em 15/10, de virada. Bia foi a maior pontuadora do Brasil, com 22 pontos no total, enquanto Smarzek fez incríveis 32 pontos, a maior da partida.